terça-feira, 5 de junho de 2007


Por maiores sejam os obstáculos, procura doar o melhor de ti, na execução das tarefas que te cabem.
Se erraste, recomeça.
Se caíres, pensa em tua condição de criatura humana, reajusta as próprias emoções e reergue-te para caminhar adiante.
Desânimo, em muitos casos, é a ausência de aceitação do que ainda somos, ante a pressa de ser o que outros, pelo esforço próprio nas estradas do tempo, já conseguem ser.
Coragem é a força que nasce da nossa própria disposição de aprender e de servir.
Não te ausentes dos próprios encargos.Não acredites em felicidade no campo íntimo, sem o teu próprio trabalho para construí-la.

Encontrei no post de alguém e achei que tem muito de verdade... Leiam e reflitam. Talvez possa ajudar em algo...
Postar um comentário