sábado, 26 de dezembro de 2015

Ano Novo Mágico - Magias para você fazer de 2016 um ano ainda melhor!!!




O que você pode fazer para seu ano novo ser mais colorido?

     Usada há séculos em quase todas as culturas, a Magia Simpática ou Simpatia é uma forma de magia ou feitiçaria simples relacionada intimamente ao conhecimento popular. Normalmente de origem campesina, tem como essência a cultura e superstição ancestral que sobrevive nos tempos da modernidade e ganha força na época de fim de ano.

     Nesta época, milhares de pessoas se utilizam dessa prática para atrair amor, saúde, dinheiro e felicidade em suas vidas. Usando ingredientes cotidianos e cheios de simbolismo as simpatias mantêm crenças antigas e nos fazem reviver o tempo em que a magia estava presente no dia a dia das pessoas comuns.

     Aproveitando que o final do ano se aproxima e nos preparamos para a chegada de 2012, um ano cheio de expectativas e previsões controversas, propomos um breve passeio por algumas culturas e suas dicas de simpatias para começar o novo ano cheios de sorte e energias positivas. Afinal uma ajudinha dos céus é sempre bem vinda!



Receita Chinesa da Prosperidade


     A China é um país cheio de crenças e misticismo com uma enorme diversidade cultural e sabedoria popular que orienta desde a saúde a receitas para fartura e felicidade. Entre os muitos elementos utilizados para atrair bons presságios estão o pêssego, fruto originário da China e que simboliza a longevidade, o arroz que simboliza fartura, o número 8 que é o número do sucesso e da realização na cultura chinesa e finalmente as cores vermelho e dourado que são consideradas as cores da felicidade e da prosperidade utilizadas para atrair dinheiro e sucesso.

     Seguindo uma tradição da China central para atrair prosperidade, na virada do ano arrume uma pequena mesa num dos cantos da sua sala ou hall de entrada o mais próximo possível da porta. Sobre a mesa coloque uma toalha vermelha, um castiçal com uma vela dourada, um pote de cerâmica com arroz cru contendo dezesseis moedas e um prato com o número de pêssegos correspondente ao número de moradores da residência. Acenda a vela e peça aos deuses da prosperidade, um ano novo cheio de fartura, saúde e felicidade. No dia seguinte você poderá recolher os utensílios utilizados, distribuindo as frutas entre os membros da família e guardando o pote de arroz e moedas na sua cozinha ou dispensa próximo aos potes de mantimentos.






Taça Húngara para atrair Felicidade


     Pouco conhecida da maioria das pessoas, a cultura húngara é rica em simbolismo e magia simpática oriunda de séculos de migrações culturais da Europa, oriente médio e Ásia. Se você quiser atrair felicidade para o novo ano segundo essa cultura, precisará de uma taça grande de vidro ou cristal. Amarre na base da taça sete fitas coloridas (que representam a alegria). Coloque então um punhado de sete grãos diversos (arroz, feijão, feijão branco, lentilha, milho etc.) com sete moedas antigas e sete moedas correntes.

     Essa taça deverá estar sobre a mesa na virada do ano e no dia seguinte poderá ser guardada junto aos mantimentos.

     Para o povo húngaro, bem como para outros povos, a Taça tem simbolismo especial, pois é onde brindamos a felicidade e as conquistas em todos os sentidos (casamentos, nascimentos, vitórias). Para muitos, a taça também é símbolo da receptividade do útero, ou seja, fecundidade e fertilidade.

Oferenda para o deus Ganesha para atrair Felicidade


     Com milhões de deuses e deusas, o hinduísmo tem sua origem no Brahmanismo, uma das religiões mais antigas ainda praticadas no mundo. De maneira geral o hinduísmo, possui como foco principal três conceitos fundamentais: Respeito pela ordem cósmica; obediência ao destino de cada um; e o serviço à pureza, estabelecido pelos deuses quando do nascimento do indivíduo, de acordo com sua casta de origem.

     Neste caldeirão borbulhante, Ganesha é um dos deuses (ou divindades) mais populares. Ele é filho de Shiva (divindade parte da trindade divina, deus da transformação e rejuvenescimento) e Parvati (uma deusa que simboliza fertilidade, felicidade no casamento, magia e poder) dessa forma é muito comum entre hindus e simpatizantes da mitologia indiana fazer oferendas ao deus Ganesha pedindo prosperidade, fartura e felicidade. Se você quiser agradar essa divindade que representa o sucesso poderá ofertar frutas, flores e incensos pedindo a ajuda de Ganesha colocando sua oferenda num pequeno altar consagrado ou mesmo junto a um jardim próximo a um rio ou lago.

O Pão nosso de cada dia


     Símbolo do sustento diário de milhões de famílias no mundo todo e reconhecido em diversas religiões como alimento sagrado o pão é um dos elementos mágicos mais utilizados na magia simpática. No antigo Egito era utilizado como pagamento de salário, um dia de trabalho correspondia a três pães e dois jarros de cerveja. No judaísmo assim como no islamismo ele é o centro da confraternização entre os religiosos nos rituais sagrados de louvor e adoração a Deus.

     No catolicismo o pão está associado ao dogma da última ceia onde Jesus teria consagrado o pão como símbolo do seu corpo oferecido em sacrifício. Dessa maneira, diversas culturas se utilizam desse alimento como um ímã para a fartura e a união nas famílias tornando-se parte fundamental nas refeições onde se comemora os novos ciclos de vida, entre eles o Ano Novo.

      Na primeira refeição do ano de muitas famílias romenas existe a prática de ter sobre a mesa dois pratos: o primeiro contendo três pães d’água, um punhado de sal e moedas antigas e novas para atrair dinheiro e um segundo prato com três pães doces regados com mel de abelhas e um cálice de vinho para atrair união, saúde e realizações.

Para atrair energias positivas e repelir as negativas


     Base para a culinária em todas as partes do mundo a Cebola com seu toque inconfundível de sabor já serviu de moeda na idade média sendo muito utilizada como forma de pagamento e tinha tanto valor que era costume presentear os noivos recém casados com cebolas para atrair prosperidade. Por outro lado em algumas culturas africanas as cebolas têm a fama de espantar maus espíritos, a inveja e o olho gordo.

     Na observação dessas diferentes peculiaridades da cebola o caldeirão de mistura cultural da magia popular tornou uma prática muito comum ter uma trança de cebolas pendurada na cozinha de casa para atrair prosperidade e afugentar as energias negativas. Na véspera do ano novo é colocada uma nova trança de cebolas e são queimadas em carvão as cascas de cebola da trança do ano que termina fazendo assim uma defumação que atrai dinheiro e espanta o mal.

Da cultura afro-brasileira para o mundo


     Um símbolo da diversidade religiosa do Brasil é prática comum, de milhares de pessoas de diferentes religiões, na virada do ano, de oferecer flores a Iemanjá, orixá feminino, mãe de diversos outros orixás, conhecida como a deusa do mar, para agradecer o ano que termina e pedir bênçãos para o novo ano.

     Segundo o Candomblé e as Nações de origem Africana Iemanjá representa o arquétipo da Grande Mãe cultuada como uma deusa benevolente e muito vaidosa. Nos últimos quinze anos com a formação de muitos centros de Umbanda e Religiões Afro-Brasileiras na Argentina e Uruguai tem crescido o número de fiéis nesses países que adotaram essa prática que talvez tenha uma origem ainda mais antiga, pois alguns estudos associam a deusa africana com a grande deusa egípcia Ísis que recebia oferendas de flores, perfumes e lanternas luminosas as margens do rio Nilo nas noites que marcavam o início dos novos ciclos.

     Para aqueles que quiserem aderir a prática vale lembrar que segundo a crença popular é preciso “pular” sete ondas fazendo os pedidos para depois ofertar a Iemanjá.

Toques de Magia

      São muitas as dicas de magia popular e simpatias que existem, algumas mais simples outras um pouco mais elaboradas assim como muitas são as ciências esotéricas e crenças que podem orientar nossos passos para uma vida mais feliz e harmoniosa. Não nos esqueçamos da valiosa orientação astrológica que traz a Lua como regente de 2012, os Orixás Oxum e Logum Edé segundo alguns Babalorixás do Candomblé e Oxalá e Iemanjá segundo alguns sacerdotes de Umbanda.

     Vejamos em nossa própria família dicas mágicas que foram trazidas por nossos ancestrais e que se tornaram receitas que avós e tias sempre têm guardadas para nos ensinar, juntamente com todas as receitas desse caldeirão mágico que é o Brasil em sua imensa diversidade cultural e religiosa. Porém, sem deixar de lado nossas responsabilidades e sabendo que somos agentes mágicos em essência, capazes de transformar nossas própria vidas, assim como a vida daqueles a nossa volta.

        Sejamos felizes buscando o autoconhecimento, deixando para trás não somente o ano velho, mas também os velhos hábitos, despindo nossas máscaras e encarando de cara limpa o novo ano. Dessa forma, estaremos encarando a verdade de tudo o que temos e daquilo que realmente precisamos para nossa realização e sermos de fato felizes.

        Assim sendo, desejo um Feliz 2016 para todos nós e que possamos caminhar numa estrada que nos faça a cada dia homens mais maduros e mulheres mais plenas.

sábado, 14 de novembro de 2015

Manual Prático de Primeiros Socorros para Bruxos, Magos e Feiticeiros

                                                   LANÇAMENTO!!!!



      Maiores informações acesse:


Compre por boleto bancário com pagamento até 07 dias ou parcele no cartão de crédito!!!



Sinopse

Sabe aquelas informações que você mais precisa no meio da noite e não encontra a mão porque precisa pesquisar em pelo menos dez livros diferentes de autores e editoras diversas e estão espalhadas no meio de tópicos, capítulos e sequências intermináveis? O significado da sua cor preferida, o simbolismo e uso de um cristal que você acabou de ganhar e também precisa recorrer a inúmeros livros para recolher os dados que precisa?
O objetivo deste livro visa justamente suprir todas estas necessidades de modo que estejam reunidas em um único lugar e sejam de acesso rápido e prático. Todos os temas aqui tratados são essenciais na elaboração de um feitiço ou encantamento ou para tirar aquela dúvida que de repente se abateu sobre nossas cabeças.
A ideia deste manual surgiu destas necessidades. E se tivéssemos um livro com tudo isso reunido em um único lugar? Deste modo, esta obra não contém feitiços ou receitas prontas. Pelo contrário, como o nome propõe, é um Manual de Primeiros Socorros que vai nos salvar nos mais variados momentos e situações. Repleto de informações e definições, você terá à disposição tudo o que precisar para elaborar e realizar qualquer tipo de encantamento, sabendo exatamente o que cada item ou ingrediente significa. Com dicas e orientações procurei cobrir a maioria do temas que sempre precisamos saber um pouco mais como ervas, incensos, cristais, tabelas, cores, fases da lua, etc.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015