quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Magia, o início e o receio

Magia e o início de ser Bruxo(a).
A incompreensão com a nova geração de bruxinhas e bruxinhos começa em casa, mas calma!
Os pais geralmente zelam pelo bem estar dos filhos, e por um preconceito antigo às vezes esquecem de pesquisar antes de criticar seus filhos.
É preciso ir com calma, mas não se esconder ou temer a compreensão, pois de nada adianta ser um bruxo(a) de bem e achar que isto é errado para você.
O AMOR fala mais alto no relacionamento com seus pais, amigos, familiares e na vida.
Recebo email’s com as frases; “jamais meus pais aceitariam”, “se meus pais descobrem” ou “tenho medo, pois são católicos”
Infelizmente a palavra BRUXARIA ainda sofre preconceito por ignorância no assunto.
E as vezes os próprios iniciantes em bruxaria já se deixam levar por uma certa repugnância por parte do outro, que talvez nem seja tudo o que parece ser, talvez seja somente curiosidade.
Afinal, se te encantou o assunto, porque não encantaria o próximo?
Todas as pessoas são bruxos e bruxas, alguns assumidos outros não. Afinal, BRUXARIA é alquimia, química, e todos fazem isso no dia a dia.
Então não se ache diferente, nem especial, nem ao menos culpado por assumir seu lado “bruxístico”.
Estas são as primeiras práticas de um(a) verdadeiro(a) Bruxo(a)!
Quando as pessoas falam mal de você, você deve responder sempre mantendo o coração firme e nunca responder com palavras duras, pois somos todos irmãos.
Pratique deixar o ressentimento e a hostilidade de lado, aceitando que o outro é um estímulo à sua compreensão.
Assim como você deve respeitar as escolhas alheias, se você for passivo e calmo irão te respeitar também.
Seja gentil, tenha uma perspectiva generosa, trate seu inimigo como um amigo, e tente inundar o mundo todo com o seu pensamento afetuoso, profundo e generalizado, sem limites e livre de ódio.
Demonstre a sabedoria de ser um Bruxo, uma Bruxa!
Neste estado, você deve tentar permanecer.
Também é crucial para você entender o que é meditação.
Não é uma postura especial, e não é apenas um conjunto de exercícios mentais.
Meditação é o cultivo da atenção e da aplicação plena da consciência de que, uma vez cultivados, terá um botâo para ligar quando quiser.
Você não tem que se sentar para meditar.
Você pode meditar enquanto lava os pratos. Você pode meditar no chuveiro, ou andar de patins, ou escrever cartas.
Meditação é a consciência, e deve ser aplicada a toda e qualquer atividade de uma vida. Isto não é fácil. Mas nunca impossível, é treino.
A atenção dentro e fora da respiração, da contemplação do corpo, de manter a consciência do momento, é uma posição nobre e de uma forma sublime, que conduzirá à independência de espírito e à sabedoria.
Falar menos e escutar mais, assim se aprende muito melhor, além de manter o hábito da leitura e da informação.
Não precisa sair contando por aí que é uma bruxa ou um bruxo, somente SEJA!
Ninguém vai te queimar.
Se ame e se respeite. Respeite seus pais e tutores, e eles te respeitaram.
Entenda a importância da vida, e da vida na sociedade, respeite o espaço do próximo, respeite a natureza e aprenda a “amar”.
Já escrevi isto em outro post, que quando você souber:
Tornar seu inimigo em um amigo;
Meditar sem esforço;
Analisar as questões da vida;
E “amar incondicionalmente”,
Você estará pronto(a) para ser um Mestre no que se dedicar. Isso é ser sábio.





Fontehttp://www.magiazen.com.br/
Postar um comentário